VillageTerraneo
français espanol italiano portugues english
 

Village Terraneo

Uma rede de vilas/cidades mediterrâneas com carácter para um desenvolvimento turístico sustentável

Se as vilas constituem o alicerce da civilização mediterrânea, as aldeias, e em particular as localidades isoladas do desenvolvimento urbano moderno, contribuem fortemente para a identidade das regiões do sul da Europa. Pelas suas configurações únicas e arquitectura tradicional, várias vilas reflectem a cultura mediterrânica, património de sucessivas civilizações, onde a terra e as pedras contam a história dos homens. No seio da Europa mediterrânea, primeiro destino mundial, as vilas com carácter suscitam cada vez mais interesse que se faz acompanhar de um forte desenvolvimento das actividades turísticas. Desenvolver de modo permanente a indústria turística, assegurando a preservação da identidade local, é um dos maiores desafios para o futuro de inúmeros pequenos municípios da bacia do mediterrâneo. Face a esse desafio, a École d'Avignon, parceiro tradicional de instituições municipais, iniciou a rede VillageTerraneo, no âmbito do programa europeu de cooperação transnacional INTERREG IIIB "Mediterrâneo ocidental".

 

Os objectivos da rede VillageTerraneo

Liderados pela École d'Avignon, 17 municípios de Espanha, França, Itália e Portugal elaboraram um programa estratégico que visa a criação de condições favoráveis a um desenvolvimento turístico sustentável que engloba os seguintes objectivos:

  • Preservar e valorizar o património e garantir uma gestão sustentável dos recursos.
  • Elaborar uma politica de turismo integrado, inscrita num processo de sustentabilidade económica, social e ambiental.
  • Integrar as populações no processo de desenvolvimento local nomeadamente através de acções de formação.

A rede VillageTerraneo constitui também uma plataforma de intercâmbios de experiências, a partir de acções inovadoras apresentadas pelos parceiros, para que possam ser modeladas.

Foi elaborada no seio da rede , de forma consensual, uma Carta, que formaliza, o compromisso dos parceiros na execução de uma politica de turismo sustentável.